BENEFÍCIO QUE NÃO OBRIGA CARÊNCIA

Os benefícios do auxílio-doença e aposentadoria por invalidez normalmente exigem uma carência de pelo menos 12 meses de contribuição para serem concedidos aos segurados do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). 

Segundo o INSS, essa isenção será dada aos casos em que o pedido de benefício se der em função de um acidente de qualquer natureza, inclusive decorrente do trabalho, bem como nos casos em que for acometido de alguma destas 14 doenças após se tornar um filiado do INSS, desde que o indivíduo possuo a qualidade de segurado.

Confira quais são as 14 doenças que isentam de carência no INSS:

1.Tuberculose ativa

2.Hanseníase

3.Alienação mental

4.Câncer (Neoplasia maligna)

5.Cegueira

6.Paralisia irreversível e incapacitante

7.Cardiopatia grave

8.Doença de Parkinson

9.Espondiloartrose anquilosante

10.Nefropatia grave

11.Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante)

12.Síndrome da deficiência imunológica adquirida (AIDS)

13.Contaminação por radiação, com base em conclusão da medicina especializada

14.Hepatopatia grave

 

Caso o indivíduo já seja portador de alguma dessas doenças antes de se tornar um afiliado do INSS, não terá direito ao benefício.

Essa lista de doenças está regulamentada no artigo 147, II, anexo XLV, da Instrução Normativa 77/2015 do INSS.

Voltar á pagina anterior