COMO DEFINIR PREÇO!

Colocar o preço em um produto muitas vezes pode gerar uma dor de cabeça ao empresário, pois saber exatamente o quanto está sendo lucrativo cada transação exige alguns cuidados e análises para chegar no valor apurado corretamente. Iremos descrever 5 estratégias que poderão ajudá-lo a chamar a atenção do seu cliente:

1) Preço alto-baixo - Na estratégia de preço alto-baixo a loja oferece um desconto temporário para um determinado grupo de produtos, para depois retorná-lo ao preço normal. Essa redução de preço costuma ser amplamente divulgada e visa gerar um aumento pontual no fluxo de clientes. Esses consumidores podem ser fidelizados ou induzidos e comprarem mais produtos na mesma transação.

2) Preço baixo todo dia - A prática do preço baixo todo dia é uma decisão deliberada da loja em praticar o menor preço possível diariamente. Nesse caso, não há grande variação de preços, resultando em uma curva de vendas mais estável e um volume de produtos em estoque mais equilibrado. O objetivo desse modelo é transmitir uma imagem positiva para a loja no longo prazo. Assim, não é necessário realizar gastos pontuais para divulgar promoções específicas, por exemplo.

3) Preço por volume - O preço por volume se assemelha as vendas por atacado. Essa estratégia privilegia os consumidores que compram uma quantidade maior de um item, oferecendo descontos. Em geral isso é feito na forma de kits ou pacotes com várias unidades. Para reforçar a divulgação, costuma-se destacar qual acaba sendo o valor unitário do produto nessa compra em escala. Essa prática permite que a loja obtenha ganhos de escala, ampliando o ticket médio e reduzindo o volume parado em estoque.

4) Preço sazonal - O preço sazonal é aquele influenciado pelo calendário. Datas comemorativas ou períodos de elevada demanda por um produto geram elevação dos preços. Isso é compensado em momentos de queda na procura, quando são realizadas ofertas e promoções.

5) Preço psicológico - O preço psicológico tem o objetivo de confundir a percepção de valor do cliente frente a um produto. Para isso, um item é anunciado com preços como R$ 9,99 ou R$ 9,90. Mesmo custando praticamente R$ 10, essa diferença sutil é percebida como um desconto ainda maior pelo consumidor, que muitas vezes acaba ficando propenso a efetivar a compra.

Conte conosco para ajudá-lo a dominar a sua precificação, afinal saber exatamente a lucratividade do seu negócio refletirá diretamente na saúde financeira de sua empresa!

Voltar á pagina anterior